25
Set 08

... quando aqueles que deviam ser os pilares da minha vida, são os primeiros a tirarem-me o tapete debaixo dos pés...

... quando aqueles que deveriam estar sempre a meu lado se negam a dar-me a mão...

... quando lhes peço ajuda se não o quisessem fazer por mim ao menos o fizessem pelos netos...

São bofetadas, atrás de bofetadas, desilusões tremendas... nem o facto de não terem mais ninguém no mundo os demove, querem ficar sozinhos na tristeza imensa que é sua vida? Por mim fiquem, quando precisarem de ajuda não mexerei uma palha...

Há aqueles que querem e não podem e há os que podem e não querem, talvez o facto de não ter saído de dentro deles, afinal, tenha mais importância do que aquilo que alguma vez pensei...

publicado por Anjos às 09:45
sinto-me: Mais uma vez desiludida

(Ena pá... ao tempo que eu não vinha aqui! Desculpa! Tenho andado um pouco ausente... será que ainda venho a tempo de te desejar felicidades pelo aniversário? )

É triste quando não se pode contar com a ajuda de quem deveria ser o primeiro a esticar a mão...
Infelizmente, não és a única. Tu vais-te saír bem. Vais ver.
Beijoquitas.
Júlia a 25 de Setembro de 2008 às 20:06

É lá mulher, por onde tens andado????? Pois vou, afinal, nunca precisei deles para ter tudo o que tenho...
Anjos a 26 de Setembro de 2008 às 09:19

mais sobre mim
blogs SAPO