21
Jul 08

Há dias apanhei uma das maiores vergonhas da minha vida com o meu piolhito.

Local: Pingodoce

A mãe a correr com o filho ao colo para ir comprar só uma "coisita". Chegados à caixa, sento o miúdo no "balcão" para conseguir tirar o cartão e pagar as compras. Não é que sua excelência se lembra ali, naquele preciso momento e em altos berros, reproduzir todo o seu reportório de nomes malcriados? Fiquei para morrer, só dizia Tiago cala-te isso não se diz e o puto às gargalhadas a falar ainda mais alto.

Agora perguntam vocês onde ele aprendeu? E eu explico, porque não quero que pensem que eu ensino aquilo à criança. Todos os dias vai à praça com a avó, a avó conhece toda a gente porque há uns anos atrás ela também lá tinha uma banca, ora as "amigas" da minha sogra não ficam atrás das "vendedeiras" do Bolhão, está explicado não está? Acho que não preciso dizer mais nada...

publicado por Anjos às 11:36
sinto-me: Tirem-me daqui!!!

Elas acham graça ao puto a dizer aquelas asneiradas, porque não são elas que apanham as vergonhas. Para além da senhora da caixa ainda estava uma data de gente na fila, imagina o meu melão. Cristo!
Anjos a 21 de Julho de 2008 às 12:16

mais sobre mim
blogs SAPO