31
Jan 08

 

Hoje não me apetece aqui estar.

Nem aqui nem em lugar algum.

Cansada...

Queria escutar o silêncio olhando o nada...

publicado por Anjos às 11:56

30
Jan 08

Para quem procura fotos de Ana Malhoa, aqui vai:

 

 

 

Fotos de Ana Malhoa!

 

Mammie, não resisti...

publicado por Anjos às 17:18
sinto-me: Má como as cobras...

No fim deste blog encontram um local de chat.

Se sentirem aborrecidos(as), sem nada que fazer, sempre podem ir ali para se distrairem

Aproveitem agora que qualquer dia já lá não está...

publicado por Anjos às 15:20
sinto-me: Com falta de conversa...

Ora, esta maravilha é o Swatch Dia dos Namorados. O meu maridão ontem a me mostrar: "gostas amor?" e eu fazendo-me de esquesita "ah sim é giro" e por dentro a pensar: "caneco é mesmo lindo, coisa má fofaaaaaaa!". Ele tem por hábito oferecer-me um destes todos os anos, menos o do ano passado que era mesmo foleirito, folclórico demais para o meu gosto.

Mas este mês já me ofereceu um carrito, sim daqueles com rodas e motor e anda e tudo, espectáculo! Por isso disse que não me precisava oferecer.

Amor, se leres isto, não é preciso ofereceres, mesmo, logo me dás nos meus anos, se não houver no quiosque, nas lojas on-line há sempre. Deixa estar levas-me a jantar fora, boa?? Sempre sai mais barato (acho eu...)

Mas que me ficou "entalado" lá isso ficou...

publicado por Anjos às 11:46
sinto-me: Apaixonada por um relógio

29
Jan 08

A mamã do Pedro, que é uma querida mandou-me isto:

 

Agora mando para todos aqueles que estão na minha lista de amigos no perfil, se não nunca mais saía daqui

publicado por Anjos às 17:11
sinto-me: Contentinha

28
Jan 08

(continuação)

Pensei que com o bébé as coisas iam mudar, e realmente acalmaram durante algum tempo, tirando certos e determinados pormenores. Foi uma gravidez atribulada, nada descansada, continuava a chorar todos os dias, aos 3 meses de grávida surgiu a desconfiança de o bébé ter Trissomia 21. Tive que fazer a amniocintese , que foi horrível, até hoje, quando me lembro, arrepio-me toda. Mas felizmente estava tudo bem. Já estava grávida de 7 meses quando ele se lembrou que havíamos de casar, porque sempre tínhamos mais vantagens por sermos casados em termos de ajuda do estado alemão. Eu não queria, fui, mas sem muita vontade... Mas lá casamos no Consulado Português em Dusseldorf. Em Março nasce o menino. 12 horas de puro sofrimento e sempre sozinha, que assim que dei o primeiro ai ele desapareceu e só o tornei a ver já o bébé tinha quase 1 dia... Ainda estive mais 2 meses na Alemanha, mas tive que voltar já que na altura vivia de favor na casa da minha patroa. Assim, vim para a casa que entretanto tínhamos comprado em Portugal e ele lá ficou a trabalhar.

Ao fim de 2 meses veio ele. Quando abri a porta de casa senti e vi que aquele não era o pai do meu filho. Os olhos estavam vazios, estranhos, tive um pressentimento... Resumindo 2 meses depois já estava fora de casa e a viver com outra. E eu com menos 20 quilos em cima e com um filho nos braços, sem dinheiro nem para comer, sem trabalho e com todas as prestações da casa em dívida. Aí sim, senti que a minha vida tinha acabado, ninguém me dava trabalho, porque tinha um bébé e quem tem filhos falta muito. Quem me salvou foram os meus pais que nos davam comida, coitados, pouco mais podiam fazer...

Tive a minha irmã que sempre me deu muita força e tentava de todas as maneiras que eu não me fosse abaixo. Uma noite fomos sair. Entramos num bar onde costumávamos ir frequentemente. Eu não estava bem... e já tinha bebido um pouquinho... foi quando senti alguém me puxar por um braço... Ia começar a espingardar, dar asas ao meu mau feitio, quando olho para quem me puxou e... era ele... sim, o tal charmoso de cabelo branco que alguns anos atrás me tinha "enganado". Tinha sabido entretanto que ele tinha-se separado da tal "fulana" no dia em que eu embarquei para Alemanha em direcção ao meu triste destino.

E neste caso foi o destino que nos juntou, porque a partir desse dia até hoje, nunca mais nos separamos!

Hoje, somos casados, temos dois filhos, sim porque o meu André também é filho dele. E amo-o hoje mais do que ontem e menos que amanhã! Devolveu-me a vida, a vontade e a capacidade de amar. Também já passamos por algumas coisas. Mas em vez de nos afastar, fez-nos tornar um só.

Vivo com ele o amor que nunca tive e sei que ele vê em nós a família que sempre desejou e que o respeita e o ama acima de tudo na vida!

 

publicado por Anjos às 17:31

Saí de casa muito cedo, aos 19 anos, e aos 20 já vivia em união de facto com um rapaz. Éramos dois miúdos, que nadam sabiam da vida. Fomos crescendo os dois, eu sendo mais mãe dele do que outra coisa. Uns dias bem outros pior. Muitas vezes cada um para o seu lado, às vezes parecíamos que só partilhávamos a casa. Mas eu gostava dele e ele de mim. Os dois primeiros anos vivemos com os pais dele, depois arranjamos um T1 e fomos ser felizes os dois.

Em 1998 vem com a brilhante ideia que queria emigrar. Eu relutante, muito relutante, em deixar um trabalho que adorava, as pessoas de quem gostava, a minha cadela Laika, para embarcar numa aventura que no meu coração não se desenhava nada de bom. Enfim... com muita lágrima à mistura, fui. Partimos rumo à Alemanha. Chorava todos os dias, ai se chorava, odiava aquilo, odiava as pessoas, os meus colegas, os meus patrões (todos portugueses e uma corja da pior espécie). Aguentei, engoli muito sapo. E fomos ficando. Viemos de férias. Voltamos para lá! Ao fim de um mês sua excelência descobre que afinal não me ama mais. O céu caiu sobre a minha cabeça, fiz as minhas malas e voltei para o meu país.

Confesso, olhando para trás que foi a melhor altura da minha vida. Vivi sozinha, tinha dois empregos, divertia-me muito, queria era viver a vida, 7 anos que perdi a viver em função de uma pessoa que não me merecia (mas o bichinho continuava lá). Um belo dia começou a trabalhar lá no hotel onde eu trabalhava como empregada de escritório, um novo recepcionista. As minhas colegas que o tinha visto só faziam elogios à figura. E eu em pulgas para conhecer. Até que o conheci e as minhas colegas tinham razão, era bom todos os dias, um charme de uma pessoa de derreter toda e uns cabelos brancos... eu cá nunca gostei de cabelos brancos mas aquele tinha qualquer coisa. Não pensem que era muito velho, não só tinha mais 2 anos que eu. Bom, o tempo foi passando começamos a ser amigos e... pronto, aconteceu!

Deu-se mas não se devia ter dado, que o raio do gajo bom estava em união de facto há não sei quantos anos com uma "fulaninha". A converseta do costume ai e tal damo-nos muito mal, só ainda estou com ela por causa da menina (ela tinha uma filha, que não era dele, mas criou-a desde bébé, era como se fosse). A coisa durou pouco. Porque eu não gosto de fazer aos outros o que não gosto que façam a mim. Ou seja, mandei-o plantar urtigas. Mas a coisa custou-me, porque entretanto eu tinha ido trabalhar para outro hotel e consegui que ele fosse para lá também.  Ao fim de pouco tempo despedi-me, porque já não aguentava aquele clima e nunca mais o vi. Mas ficou sempre aquela mágoa...

Com isto tudo e com outras peripécias à mistura, acabei por voltar para a Alemanha directamente para os braços do meu ex-namorado. Estivemos bem 1 mês, quando a coisa começava a azedar descobri que estava grávida. Mais uma vez o céu caiu-me em cima...

(continua)

publicado por Anjos às 16:07

01- Que horas são?  11:30

02 - Nome : Patrícia
03 - Quantas velas pôs no seu último bolo de anos? 33
04 - Tatuagens? Só no coração...
05 - Piercings? Nop
06 - Já foi a África? Nop
07 - Já ficou bêbedo(a)? Já
08 - Já chorou por alguém? Infelizmente sim 
09 - Já esteve envolvido(a) nalgum desastre de automóvel? Já

10- Peixe ou carne? Esparguete
11 - Música preferida? Apologise - One Republic
12 - Cerveja ou Champanhe? Espumante (nunca bebi champanhe)
13 - Meio cheio ou Meio vazio? Meio cheio
14 - Lençóis lisos ou estampados? Lisos
15 - Filme preferido? A Cidade dos Anjos
16- Flor(es)? Margaridas amarelas
17 - Coca-Cola simples ou com gelo? Com limão
18 - De quem recebeu este e-mail ? Carla

19 - Quais são os seus amigos que vivem mais longe? Marco de Canaveses
20 - O(a) melhor amigo (a)? A minha irmã
21 - Quem é que acha que vai responder a este e-mail mais depressa? Quem não tiver nadinha que fazer...

22 - Deixa o telefone tocar muito ou pouco, antes de atender? Atendo logo que posso
23 - Qual é a figura do seu mouse-pad? "Roca"

24 - CD preferido? Lies - Guns n' Roses (uma relíquia)
25 - Mulher bonita? Eu, quem mais?
26- Homem bonito? Os meus, ora!
27 - O pior sentimento do mundo? Impotência
28 - O melhor sentimento do mundo: Amor incondicional

29 - O que é que mais detesta? Mentira, traição, maldade, egoísmo...
30 - Qual é o seu primeiro pensamento ao acordar? Porra tenho que ir trabalhar!!

31 - Uma coisa que não tira nunca? Aliança
32 - O que é que tem debaixo da cama? Cotão...
33 - Quem é que talvez não lhe responda ? Quem tiver juízo na cabecinha...
34 - Quem é que de certeza lhe vai responder? Je ne sais pas...
35 - Quem é que gostava que lhe respondesse? Todos
36 - Uma frase: não faças aos outros aquilo que não gostarias que fizessem a ti...

37 - Que livro é que está a ler? Nenhum...

38 - Saudades: De ir cortir com as minhas amigas... e ter um encontro romântico com o meu homem.

Agora sintam-se todos nomeados

publicado por Anjos às 11:28
sinto-me: Cansada

25
Jan 08

Transcrição de um texto que escrevi para o clube_mammy e que conta um pouquinho da minha origem... (para quem ainda não leu, cá vai)

"A propósito do Natal, nesta data recordo-me sempre o dia em que fiquei a saber que os meus pais, não eram os meus "pais de sangue".

Devia ter por volta de uns 6 anos, assistia com a minha mãe a um programa sobre o nascimento de Jesus. A certa altura dizia-se que Jesus era filho adoptivo de José. Eu viro-me para a minha mãe e pergunto-lhe: "o que é filho adoptivo?", e a minha mãe friamente diz-me: "olha, tu por exemplo, és filha adoptiva, não saíste da barriga da mãe, a mãe foi-te buscar a uma casa aonde estavam muitas crianças abandonadas".

Imaginam a minha cara, não? O mundo caiu sobre mim. A partir desse dia nunca mais vi a minha mãe com os mesmos olhos. Sei que esse dia foi determinante para a nossa relação até hoje.

Sim, fui adoptada com 4 anos, não tenho recordações algumas para trás dessa idade, por isso a minha surpresa quando esta "novidade" me foi anunciada. Fiquei triste muito triste mas a primeira pergunta que fiz foi: "tenho irmãos?", "tens um irmão", foi a resposta que me foi dada. Mas afinal tinha 4 e dois bem perto de mim e eu sem nada saber...

Após muitas tentativas e de muitas buscas aos 16 anos descobri os meus irmãos Paulo e Odete que afinal vivam tão perto de mim. Hoje a minha irmã é a minha melhor amiga e o meu irmão, bem, temos uma relação de altos e baixos, muito por culpa da mulher dele e do nosso feitio igual, mas amo-o muito.

Continuo sem perceber, porque perdoar perdoei há muito tempo, porque é que a minha mãe biológica nos abandonou. Conheço-a e não gosto dela, aliás não gostar não é bem o termo, não tenho sentimento algum por ela, é como uma pessoa qualquer e sinto é recíproco...

A minha mãe adoptiva, bem... aos 18 anos saí de casa por não aguentar mais. Hoje temos uma relação, como nunca tivemos. Melhorou muito depois do nascimento do meu filho mais velho, era ela que ficava com ele até ter entrado na escola aos 4 anos. Tenho pena, alguma dor mesmo, por saber que as coisas podia ter sido diferentes se ela não tivesse uma obsessão tão grande por mim, era amor demais, daquele que nos sufoca e não nos deixa viver... Fez de mim a mulher que hoje sou, incutiu-me bons valores, que me impediram de ir pelos maus caminhos, apesar de todas as minhas cabeçadas desde os 18 anos até hoje, penso que sempre tentei e acho que consegui, manter-me digna. E hoje com 2 filhos vejo algumas coisas de maneira diferente, mas o que vivi com ela ensinou-me que tenho que deixá-los fazer as suas escolhas, não deixando de dar os meus conselhos e estar sempre com os braços estendidos quando precisam de mim, que é exactamente o oposto do que fizeram comigo.

Adoptar uma criança e fazer dela a sua filha é um grande acto amor, talvez o maior de todos e no fundo agradeço à minha mãe de coração tudo o que fez por mim e por ter feito de mim uma Mulher!"

publicado por Anjos às 18:38

24
Jan 08

Tenho saudades tuas Pai!

Tenho saudades da pessoa que foste e que hoje, infelizmente, não o podes ser.

Tenho saudades de ir ter contigo à tua Tertúlia de amigos, todos senhores doutores, pessoas muito cultas e que te estimam muito. O que eu me divertia quando os ouvia discutirem política e afins e tratarem-se todos pelo último nome, sinal de respeito.

Tenho saudades de ires à minha casa beberes um cafézinho e das nossas conversas.

Tenho saudades de irmos à praia e me ensinares a nadar.

Tenho medo de não poderes um dia ensinar aos meus filhos o que me ensinaste a mim, incutir-lhes o gosto da leitura e mostrar-lhes o importante que é alimentar-mos a nossa alma.

Tenho saudades das tuas histórias de Moçambique de todas as pessoas que conheceste.

Tiveste uma grande vida pai e dói-me muito pensar que hoje estás confinado à tua casa e de lá não poderes sair para fazer as coisas que mais gostas, conversar com os teus amigos ou simplesmente conduzir. Sei que o dia em que não te renovaram a carta foi um dos dias mais tristes da tua vida. E a tua tristeza é a minha, sofro por te ver cada vez mais triste...

Tenho saudades tuas Pai!

publicado por Anjos às 16:33

Recados Para Orkut - RecadosOnline.com

 

 

Filhotes, olhem quem vos veio visitar...


publicado por Anjos às 16:10
sinto-me: Desenho animado

23
Jan 08

Lembram-se de eu ter escrito um post sobre a dificuldade do meu André em dormir, das 15648965223 vezes que se levantava durante a noite e andar tipo zombie??? Pois é, fizemos a remodelação do quarto e continuava na mesma! Foi então que uma luz se acendeu nos nosso cérebros e se ele dormisse com um candeeiro aceso? Assim pensamos, melhor o fizemos! Há 4 noites que o meu rico filho dorme que nem um anjo, até tenho que o acordar de manhã e levar com o seu "bom" feitio a gritar "deixa-me dormir que tenho sono!!!!".

Bendita luz, meu querido filho, finalmente descansas tu e descansamos nós!!!

Viva!! Viva!!

publicado por Anjos às 12:29
sinto-me: Iluminada

21
Jan 08

Há quanto tempo não me dizes coisas destas?

 

"Para ti, amor da minha vida...

Hoje sei...
Que neste tempo incerto que é a vida,
Nada aparece por acaso
Tudo tem um significado...
Isso explica
Porque apareceste na minha vida...
Dando-me amor,
Um ombro,uma palavra de carinho...

Hoje sei...
E consigo explicar o que querem dizer as frases:
"Tudo tem um significado" e "Nada acontece por acaso"...

Hoje sei...
Que todo o amor que existe entre nós,
É o ar que me ajuda a respirar...
É o alimento que me ajuda a sobreviver...

Mas hoje sei...
Que quando apareceste na minha vida por acaso...
Tinhas um significado...

Amo-te muito

Luís "

publicado por Anjos às 17:29
sinto-me: Carente...

18
Jan 08

Plagiado descaradamente daqui!
publicado por Anjos às 17:35
sinto-me: A rir feita parva

 

Aqui a mamã má linda, depois de fartinha de ouvir dizer que os bébés têm que ser estimulados para desenvolver as capacidades de raciocínio, decidiu e porque os do mano haviam desaparecido há muito, comprar um puzzle educativo para puxar pela linda cabecinha do meu piolho.

Lá vou eu toda lampeira oferecer o dito cujo ao piolho quando recebo a seguinte reacção: "blaghhhhhhh!!!! Qué carros!"

Ora toma que é para não andares armada em esperta e tal. O que o puto quer é mesmo carros e quanto mais extravagante melhor tipo isto:

Toma lá que é para aprenderes...

 

publicado por Anjos às 16:37
sinto-me: Ultrapassada

17
Jan 08

Lagoa, força, vocês são capazes!! Dêm cabo deles!

publicado por Anjos às 18:39
sinto-me: Mázinha

publicado por Anjos às 17:30

15
Jan 08

publicado por Anjos às 12:08
sinto-me: Ainda triste

Afinal, parece que o caso do André se levantar inúmeras vezes durante a noite é mais grave do que aquilo que eu queria acreditar. Dito hoje pela terapeuta da fala, o menino poderá ter que ser acompanhado por uma Psicóloga Infantil.

Ó meu Deus, estou triste, muito triste e pergunto-me constantemente onde é que eu errei ou onde estou a errar. Um menino que dormia tão bem e de um momento para o outro começou nisto. Tenho a sensação que tudo começou desde que o irmão nasceu. Será a maneira dele de pedir atenção. Mas eu dou, ou melhor tento dar, porque muitas vezes é difícil, ter dois filhos não é fácil e mais o trabalho a casa e à noite estou sempre sozinha já que o meu marido passa a maior parte do tempo a trabalhar e eu não chego para tudo.

Não sei o que faça, um dos meus maiores medos está a acontecer: falhar como mãe!

publicado por Anjos às 11:32
sinto-me: Muito triste

09
Jan 08

O meu filho mais grande o André, sempre foi um miúdo que dormia, dormia, dormia e dormia. Chegava a deitar-se às 7 da tarde e só acordar no outro dia à uma da tarde, chegava a dar-lhe comida com ele sempre a dormir! Coisa má linda!!!

Desde que mudamos de casa para o centro da cidade, o miúdo deixou de fazer essas sonecas imensas e começou a acordar por volta das 8, 9 horas, até aqui tudo bem. O pior minhas caras leitoras é que agora, há cerca de 3 meses, não dorme uma única noite seguida, chega a acordar 5 vezes por noite!! Ou seja eu ando completamente KO e ele também! E porquê???? Porque comprei um beliche para ele dormir mais o irmão. O irmão nem se mete nisso que ele quer é dormir com a rica mamã, ora o sr . André ficou traumatizado, ainda não definiu se dorme em cima ou em baixo. Em cima tem medo que a cama pode cair, em baixo tem medo que os bichos vêm ter com ele e eu não sei o que faça, que ele levanta-se a meio da noite e começa a cirandar pela casa e põe-se no meu quarto a olhar para mim!

A ver se isto acaba decidi-me por vender o beliche e voltar a pôr lá a antiga cama. Ou seja se alguém tiver interessada em comprar um beliche com 3 meses de utilização, impecável, muita giro, grande, com prateleiras e tudo nuns módicos 150€ resolvem a questão. Ou seja, eu só posso pôr a cama antiga quando vender o beliche, até lá vamos continuar zombies.

publicado por Anjos às 15:25
sinto-me: Zombie

mais sobre mim
Counter


Eles andem aí...
online
badge
blogs SAPO
badge